A CNH Digital substitui a física?

Inovação - 11 de novembro de 2021

A CNH digital estreou em todo Brasil em abril de 2018, mas muita gente ainda tem dúvidas sobre como conseguir o documento e a sua finalidade. Nesse post, vamos tirar todas as dúvidas em torno do documento. Se liga!

O que é a CNH Digital?

A CNH digital é a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ela tem o mesmo valor jurídico da impressa e sua obtenção é opcional. O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito)  desenvolveu o aplicativo que pode ser baixado gratuitamente nas lojas App Store e Google Play

O app também dá acesso a outros serviços como aviso de vencimento da sua CNH, gerenciamento de infrações do veículo, pagamento de multas com até 40% de desconto, CRLV digital (CRV + CLA), compartilhamento da CRLV para até 5 pessoas, indicação do condutor principal do veículo e aviso de recall. 

CNH Digital: como fazer?

É importante lembrar que a CNH digital está disponível para motoristas que, na versão impressa do documento, já tem QR Code no verso. O código aparece em todas as carteiras nacionais de habilitação emitidas a partir de maio de 2017. 

Se a sua CNH não tem o QR Code, você pode solicitar uma 2ª via do documento no Detran da sua cidade ou esperar a data de renovação da sua habilitação. 

Como baixar a CNH Digital?

Para solicitar a carteira nacional de habilitação eletrônica, o primeiro requisito é ter a CNH impressa com o QR Code no verso. Depois é só seguir esse passo a passo: 

  1. Baixe e instale o app Carteira Digital de Trânsito – CDT em seu smartphone nas lojas Google Play ou App Store
  2. Faça seu login ou crie seu cadastro no sistema gov.br, caso ainda não tenha
  3. Cadastre os documentos pedidos pelo aplicativo; 
  4. Pronto! 

Viu como é fácil? Você já pode aproveitar todos os benefícios da sua CDT!

Veja também: Troca de placa Mercosul: preciso fazer? 

Afinal, a CNH Digital substitui a física?

A carteira digital de trânsito funciona exatamente como a sua CNH impressa e é válida, inclusive, caso você seja parado em uma blitz. Porém, fique sempre alerta ao uso do seu celular, evitando que a bateria acabe bem no momento da parada pelos agentes de trânsito. 

A falta de acesso à internet não será um problema, já que o documento digital fica baixado e protegido pela sua senha de 4 dígitos e pode ser consultado em modo off-line. Porém, estar com o celular descarregado pode ser considerado como não portar o documento e dirigir sem estar com a CNH em mão é considerada infração leve, com multa de R$ 88,38 e mais três pontos na carteira. Se o motorista for autuado por essa infração, o veículo ficará retido no local até a apresentação do documento ou de outro motorista habilitado para conduzi-lo.

Vantagens do documento digital

Além da CNH digital ser aceita como documento oficial em uma blitz, o mesmo aplicativo também apresenta o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), ou seja, o documento do carro, na versão digital, tudo isso por meio do smartphone. Todos os documentos do seu carro na palma da sua mão.

Segurança de dados

O aplicativo é super confiável. De acordo com o Ministério das Cidades, que desenvolveu o app, há uma série de padrões técnicos que foram desenvolvidos com o objetivo de permitir o funcionamento de um sistema de criptografia, garantindo a segurança no uso da CNH digital.

Os dados do condutor estão todos criptografados e é preciso digitar a senha cadastrada para ter acesso ao documento. Em caso de perda ou roubo do celular, você pode entrar no site do Denatran e bloquear a sua CNH digital.  Caso você mantenha o número do celular, basta acessar o site do Denatran e desbloqueá-lo. Já em caso de mudança de número, procure o Detran para cadastrá-lo. 

Economia com impressões, cópias e autenticações

Além de segurança para os esquecidos, a CNH digital proporciona também economia no consumo de papel, em especial com cópias e autenticações, reduzindo o custo com as impressões.

Praticidade no dia a dia

Existem várias vantagens de se adotar esse modelo de habilitação. Entre os mais evidentes está a possibilidade de “emitir” o documento em qualquer lugar. Ou seja, não há a necessidade de agendamentos ou perda de tempo enfrentando filas.

Vale lembrar também que o uso da CNH digital não é obrigatório. Ela  funciona apenas como substituta do documento físico. Mas convenhamos, é muito mais prático levar tudo no celular, não é mesmo? 

Quer ficar por dentro das últimas tendências e novidades? Confira todas as novidades no Blog Veloe!

Conteúdos que podem ser do seu interesse